NOTA IMPORTANTE !

OLÁ A PAZ DE JESUS CRISTO O SENHOR !!

O MULTIMÍDIA CATÓLICA VEM COMUNICAR TROCA DE ENDERREÇO. NÃO SERÁ MAIS FEITA ATUALIZAÇÕES NESTE WEB BLOG.

NOVO END. É: APOLOGÉTICA DA FÉ CATÓLICA - CLIQUE AQUI

CONHEÇA TAMBÉM A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK CURTA E EVANGELIZER CONOSCO COMPARTILHANDO: FECEBOOK - CLIQUE AQUI

todas as postagens deste web blog estão no Apologética da fé Católica.

Deus lhe abençoe pelas santas mão de Maria Santíssima

Receba as postagens direto no seu e-mail. Será lhe enviado um link no para confirma a inscrição.

Católico hispano perdoa o homem que assassinou e estuprou sua esposa e filha nos EUA



 Arturo Martínez-Sánchez (homem da foto acima), um católico dos Estados Unidos, assegurou que graças à sua intensa fé perdoou Bryan Clay, um homem que irrompeu em sua casa armado com um martelo e que o golpeou fortemente na cabeça para logo estuprar e assassinar sua esposa e sua filha.

Martínez-Sánchez assegurou que sua fé ajudou a não deixar que a ira ou o desejo de vingança o aflijam, apesar da intensa dor que agora enfrenta junto a seus dois filhos homens de 9 e 5 anos, sobreviventes do brutal ataque perpetrado por Clay no dia 14 de abril.

"Como uma pessoa que crê em Cristo, sei que Deus perdoa todos os pecados dos que têm fé nele. Neste sentido, eu fui instruído para perdoar primeiro", afirmou em uma conferência de imprensa por ocasião da reabertura de seu pequeno ginásio ao norte de Las Vegas.

O slogan do ginásio, criado por sua falecida filha, está pintado na parede do local: "Cultivamos campeões". Arturo sabe que "Deus perdoará os assassinos se houver verdadeiro arrependimento. Bryan Clay enfrentará seu juízo diante d’Ele".

"Rezo para que minha esposa Yadira e minha filha Karla estejam no céu esperando que meus filhos e eu cheguemos lá para passar a eternidade com elas. De fato, sei que isto verdade".

Ao ser consultado por um jornalista sobre o que ele diria a Bryan Clay, Martínez-Sánchez respondeu que diria ‘Eu te perdôo’".

Entretanto, Arturo também expressou seu desejo de justiça, e disse que Clay "será

O diabo odeia a família porque é imagem da Trindade, assegura exorcista norte-americano




Um sacerdote americano que atualmente está treinando para ser exorcista na diocese de Roma (Itália), assegurou que o diabo e os demônios em geral odeiam a família porque esta  é “uma imagem da Santíssima Trindade”.

Em entrevista concedida ao grupo ACI, o presbítero, que preferiu manter-se no anonimato, assinalou que entre os fatores comuns que encontra nas pessoas possuídas vê pessoas com “profundas feridas em suas vidas e sobre tudo, na sua família”.

O sacerdote indicou que o demônio facilmente tem acesso a famílias onde “os pais fizeram escolhas realmente más”, e ao obrar assim “convidaram influências malignas ao interior do seu lar”.

As más ações que atraem o demônio aos lares são “a infidelidade conjugal, o aborto, ou fazer coisas que desunem a família”, assinalou.

O presbítero admitiu que nunca pensou em dedicar-se ao exorcismo, mas um inesperado acontecimento em uma de suas primeiras Missas após sua ordenação, conferida 15 anos atrás, marcou o início de sua aproximação a este trabalho sacerdotal.

“No momento da consagração do sangue precioso, pedi ao Senhor que derrame seu sangue sobre a juventude e ajude a todos os jovens homens que poderiam ter vocação ao sacerdócio”, recordou.

A reação foi instantânea de um jovem de 13 anos surpreendeu o jovem sacerdote. “Ele caiu de costas e começou a grunhir. Eu pensei ‘Isto não era o que eu esperava!’”.

Muitos anos depois, ele é parte de uma nova geração de exorcistas em formação nos Estados Unidos, logo depois que os bispos do país decidissem, em novembro de 2010, aumentar o número de exorcistas nas dioceses do país.

Apesar de que a lei canônica estipula que cada diocese deveria contar com um exorcista, estima-se que não existem mais de 50 sacerdotes dedicados a este trabalho nos Estados Unidos.

O sacerdote, originário do nordeste dos Estados Unidos, explicou ao grupo ACI que “nós nos organizamos para assegurar que os que mais necessitem desta ajuda a obtenham”.

Durante sua estadia em Roma, onde foi enviado por seu bispo para aprender do trabalho de seis exorcistas oficiais dessa diocese, o sacerdote está “envolvido” em uma média de três exorcismos por dia.

“Não há dois casos parecidos. Este foi um verdadeiro aprendizado para mim. O rito do exorcismo não é uma fórmula mágica”, disse.

O sacerdote assinalou que “não é o demônio ou o exorcista quem está ao centro disto, mas uma pessoa que está sofrendo muito e que necessita de libertação certeira através de Cristo”.

O presbítero explicou que, em relação à correta terminologia, “demônio vem do grego,

Bento XVI prepara nova encíclica sobre a Fé




O Secretário de estado do Vaticano, Cardeal Tarcisio Bertone, afirmou no dia 02 de agosto que o Papa Bento XVI prepara uma nova encíclica sobre a Fé, como "um grande presente pelo Ano da Fé".

Ao celebrar a Missa na Igreja Paroquial de Introd, no Vale d’Aosta (Itália), onde passa uns dias de repouso, o Cardeal Bertone comunicou aos assistentes que "o Santo Padre já concluiu o terceiro volume de sua trilogia sobre a vida de Jesus, que consistirá em um manuscrito dedicado a Jesus de Nazaret", e "depois, possivelmente também tenha lugar uma encíclica".

A encíclica do Papa apareceria no contexto do Ano da Fé, estabelecido pelo Pontífice para ser celebrado de 11 de outubro de 2012 a 24 de novembro de 2013, comemorando os 50 anos do início do Concílio Vaticano II e os 20 anos da publicação do Catecismo da Igreja Católica.

Depois de escrever sobre a caridade e a esperança, uma encíclica dedicada à fé completaria as cartas que o Santo Padre dedicou às outras duas virtudes teologais: Deus caritas est (Deus é amor), de 25 de dezembro de 2005; Spe salvi (Salvos na esperança),

PE. GABRIEL AMORTH FALA SOBRE ANJOS, DEMÔNIOS E EXORCISMO!



O Pe. Gabriel Amorth, um dos mais famosos exorcistas católicos do mundo na hodiernidade, concede entrevista pouco antes do lançamento do filme "O rito de Mikael Hafstrom" sobre as insídias diabólicas e os planos de satanás para dominar o mundo cristão. Sapiencialmente, o Pe. Gabriel nos instrui à tomarmos a devida cautela para não nos associarmos à tal projeto demoníaco, além de nos alertar sobre a profusão de livros na atualidade que carregam em si uma homenagem à Satanás 

Quinta-feira, 24 de novembro, 2011 (ZENIT.org) - Quem é o diabo? Qual é seu nome real? Quão poderoso é? Como se manifesta a sua obra destruidora nas vidas dos homens?

Estas e outras perguntas semelhantes foram respondidas pelo Padre Gabriel Amorth, célebre exorcista italiano, em uma vídeo-intrevista projetada ontem à tarde durante o Umbria International Film Fest, pouco antes da projeção do filme O rito de Mikael Hafstrom, cujo objeto é precisamente o exorcismo.

Padre Amorth diz que os anjos são essencialmente "um espírito puro criado por Deus. Como os homens, também os anjos foram submetidos à uma prova de obediência, que Satanás – que era o mais brilhante dos espíritos celestes - se rebelou.

Satanás é, portanto, o primeiro diabo da história sagrada, e o mais poderoso de todos. Assim como no céu, com os santos e anjos, nas suas várias categorias, também no inferno há uma hierarquia. Enquanto o Reino de Deus é governado pelo amor, o reino de Satanás é dominado pelo ódio. "
Os demônios se odeiam entre si e a sua hierarquia é baseada no terror", disse o padre Amorth.

"Um dia - disse o exorcista - eu estava quase liberando uma pessoa possuída por um demônio que não era nem mesmo um dos mais fortes. Por que você não vai embora?, perguntei-lhe. Porque – me respondeu - se eu sair Satanás me punirá ". A finalidade da existência dos demônios é "arrastar o homem ao pecado e trazê-lo para o inferno", disse Amorth.

O que é, então, que impulsiona o homem a esta louca obra de auto-destruição e condenação? Segundo o padre Amorth, o homem é sempre impulsionado pela "curiosidade", uma inclinação que pode ser "positiva ou negativa dependendo das circunstâncias”.

O verdadeiro 'triunfo' do demônio, porém, é que ele está "sempre escondido" e a coisa que mais deseja é que não se "acredite na sua existência". Ele "estuda a cada um de nós, nas suas tendências para o bem e para o mal, e depois suscita as tentações", aproveitando-se das nossas fraquezas.

A época contemporânea, afinal de contas, é representada precisamente pelo total
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
MULTIMÍDIA CATÓLICA © 2012 | Direitos Autorais de Geovani Alves